Transferência cultural em tradução: contextualização, desdobramentos, desafios

Autores

  • João Azenha Júnior Universidade de São Paulo - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.tradterm.2010.46311

Palavras-chave:

Transferência cultural, Textos literários, Textos técnicos e científicos, Tradução

Resumo

Este artigo discute alguns elementos pertinentes à compreensão da noção de “transferência cultural” em sua relação com a tradução. Para a definição de um contexto, as considerações remetem à década compreendida entre 1970 e 1980, aproximadamente, período que a historiografia dos Estudos da Tradução costuma reservar a uma mudança de paradigma operada em tradução: a primazia do texto a ser traduzido cede lugar paulatinamente às condições de recepção do texto traduzido. Tal mudança, levada a cabo pari passu com evoluções correlatas em áreas afins, atingiu a reflexão sobre tradução como um todo. Embora mais facilmente perceptível (e aceitável) no domínio da tradução literária, a noção de transferência cultural passa a ser elemento fundamental também da tradução de textos técnicos e científicos. Sensibilizar estudantes de tradução para algumas características dessa questão e oferecer um breve panorama das premissas teóricas para o seu tratamento em trabalhos de grau são os objetivos deste estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Azenha Júnior, Universidade de São Paulo - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas.

Professor do Departamento de Letras Modernas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

2010-06-18

Como Citar

Azenha Júnior, J. (2010). Transferência cultural em tradução: contextualização, desdobramentos, desafios. Tradterm, 16, 37-66. https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.tradterm.2010.46311

Edição

Seção

Artigos