Retraduzir "O Sineiro", de Stéphane Mallarmé

Autores

  • Álvaro Faleiros Universidade de Brasília.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.tradterm.2006.46728

Palavras-chave:

Tradução poética, crítica de tradução, Mallarmé, Augusto de Campos.

Resumo

Este artigo é uma leitura crítica da tradução feita por Augusto de Campos do poema “Le Sonneur” (O Sineiro), de Stéphane Mallarmé, elaborada a partir do princípio da transcriação, na qual se destacam os aspectos formais do poema. Esta é seguida de outra proposta de tradução orientada, por sua vez, pelo princípio da significância, em que predomina a relação entre som e sentido. O texto inicia-se por uma breve análise do poema em que se chama a atenção para elementos relevantes no que concerne ao modo de significar do poema.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Álvaro Faleiros, Universidade de Brasília.

Professor adjunto do Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução da Universidade de Brasília.

Downloads

Publicado

2006-12-18

Como Citar

Faleiros, Álvaro. (2006). Retraduzir "O Sineiro", de Stéphane Mallarmé. Tradterm, 12, 193-203. https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.tradterm.2006.46728

Edição

Seção

Tradução