My Fair Trade: a introdução e algumas das notas de uma nova tradução do Pigmalião, de G. B. Shaw

Autores

  • Inacio Abdulkader Universidade de São Paulo – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas.
  • Angélica E. Gomes Caruy
  • Fábio Garcia Neira
  • Hamilton Moura Ribeiro
  • Lúcia Helena Zanetti
  • Stella E. O. Tagnin Universidade de São Paulo – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.tradterm.2006.46740

Palavras-chave:

Tradução de textos de teatro, língua e condição social, cockney, George Bernard Shaw.

Resumo

O artigo apresenta a introdução e as notas para uma nova tradução do Pigmalião, de George Bernard Shaw. Além da usual apresentação e discussão de dificuldades e soluções de tradução, o texto busca apresentar um breve histórico da peça e algumas considerações acerca de sua inserção na vida e na obra de Shaw. Ademais, a aplicação prática, no trabalho em pauta, de alguns conceitos de teóricos da tradução teatral,  como em Bassnett (1985) e Betti (2003), é apontada e explicitada. Buscamos também fazer ver que a condição específica de Pigmalião — o tratar-se de uma peça em que a própria língua tem o destaque de um personagem principal, com falas que precisam ser freqüentemente “desenhadas” — permite que se reconheçam nessa peça teatral situações tradutórias que ficam “entre o verbal e o visual”, como o apontado, em outra situação tradutória, por Oittinen (1995). Pigmalião faz também ressaltar a “estratégia cooperativa” de Bassnett (1985) como, de longe, a mais conveniente para a tradução teatral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Inacio Abdulkader, Universidade de São Paulo – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas.

Mestrando no Departamento de Letras Modernas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo.

Angélica E. Gomes Caruy

Os autores são ex-alunos do Curso de Especialização em Tradução CETRAD - Inglês do Departamento de Letras Modernas da FFLCH-USP, à exceção da primeira autora, que é a professora doutora que lhes ministrou, no segundo semestre de 2003, a disciplina “Tradução Literária” da grade do CETRAD.

Fábio Garcia Neira

Os autores são ex-alunos do Curso de Especialização em Tradução CETRAD - Inglês do Departamento de Letras Modernas da FFLCH-USP, à exceção da primeira autora, que é a professora doutora que lhes ministrou, no segundo semestre de 2003, a disciplina “Tradução Literária” da grade do CETRAD.

Hamilton Moura Ribeiro

Os autores são ex-alunos do Curso de Especialização em Tradução CETRAD - Inglês do Departamento de Letras Modernas da FFLCH-USP, à exceção da primeira autora, que é a professora doutora que lhes ministrou, no segundo semestre de 2003, a disciplina “Tradução Literária” da grade do CETRAD.

Lúcia Helena Zanetti

Os autores são ex-alunos do Curso de Especialização em Tradução CETRAD - Inglês do Departamento de Letras Modernas da FFLCH-USP, à exceção da primeira autora, que é a professora doutora que lhes ministrou, no segundo semestre de 2003, a disciplina “Tradução Literária” da grade do CETRAD.

Stella E. O. Tagnin, Universidade de São Paulo – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas.

Os autores são ex-alunos do Curso de Especialização em Tradução CETRAD - Inglês do Departamento de Letras Modernas da FFLCH-USP, à exceção da primeira autora, que é a professora doutora que lhes ministrou, no segundo semestre de 2003, a disciplina “Tradução Literária” da grade do CETRAD.

Downloads

Publicado

2006-12-18

Como Citar

Abdulkader, I., Caruy, A. E. G., Neira, F. G., Ribeiro, H. M., Zanetti, L. H., & Tagnin, S. E. O. (2006). My Fair Trade: a introdução e algumas das notas de uma nova tradução do Pigmalião, de G. B. Shaw. Tradterm, 12, 205-227. https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.tradterm.2006.46740

Edição

Seção

Tradução