As funções do paratexto para a inteligibilidade da obra traduzida

Autores

  • Patrizia Collina Bastianetto Universidade Federal de Minas Gerais.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.tradterm.2005.49676

Palavras-chave:

Tradução, paratexto, inteligibilidade, argumentação.

Resumo

Este estudo pretende analisar as funções do paratexto e sua importância para a inteligibilidade da obra traduzida. Com efeito, os fragmentos verbais que contornam o texto, isto é, o paratexto, podem assumir um papel significativo para a compreensão textual e a orientação argumentativa. Nesse sentido, é também objetivo deste estudo ilustrar em que medida as diferenças paratextuais presentes em várias edições da mesma obra traduzida podem incidir na legibilidade. A abordagem teórica para as referidas reflexões recorre à Teoria do Texto, à Teoria da Tradução e à Teoria da Recepção e Leitura. As observações resultam da análise de sete traduções para a língua portuguesa do tratado de direito penal Dos Delitos e das Penas de Cesare Beccaria, autor italiano do século XVIII.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrizia Collina Bastianetto, Universidade Federal de Minas Gerais.

Faculdade de Letras da UFMG.

Downloads

Publicado

2005-04-18

Como Citar

Bastianetto, P. C. (2005). As funções do paratexto para a inteligibilidade da obra traduzida. Tradterm, 11, 53-69. https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.tradterm.2005.49676

Edição

Seção

Tradução