O discurso terminográfico na obra De Medicina Brasiliensi (1648), de Guilherme Piso

Autores

  • Lídia Almeida Barros Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" – São José do Rio Preto.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.tradterm.2005.49690

Palavras-chave:

Terminologia, discurso lexicográfico, discurso terminográfico, medicina, naturalistas.

Resumo

Neste trabalho discutiremos a presença de um discurso lexicográfico – e mesmo terminográfico – na obra de Guilherme Piso, Da Medicina brasileira, publicada em 1648, que consiste no primeiro tratado sobre medicina tropical do mundo. Procuraremos, assim, mostrar como esse tipo de discurso pode estar presente em documentos científicos que não se caracterizam como dicionários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lídia Almeida Barros, Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" – São José do Rio Preto.

Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas-IBILCE, UNESP, São José do Rio Preto.

Downloads

Publicado

2005-04-18

Como Citar

Barros, L. A. (2005). O discurso terminográfico na obra De Medicina Brasiliensi (1648), de Guilherme Piso. Tradterm, 11, 255-307. https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.tradterm.2005.49690

Edição

Seção

Terminologia