Que Brasil existe? Estrangeiros na literatura brasileira.

  • Stefania Chiarelli Universidade Federal Fluminense

Resumo

O artigo traça breve panorama de autores que tematizam a imigração na literatura brasileira. Judeus, árabes, japoneses, italianos, alemães e afro-descendentes surgem como vozes dissonantes na teia discursiva da nação. Estabelecendo aproximações e contrastes, o texto busca pensar a relevância do enfoque dessas narrativas, que apresentam ângulo específico sobre a identidade nacional. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Stefania Chiarelli, Universidade Federal Fluminense

Stefania Chiarelli é professora de literatura brasileira na Universidade Federal Fluminense (UFF). Publicou o ensaio Vidas em trânsito: as ficções de Samuel Rawet e Milton Hatoum (2007) e coorganizou as coletâneas Alguma prosa - ensaios sobre literatura brasileira contemporânea (2007), O futuro pelo retrovisor -  inquietudes da literatura brasileira contemporânea (2013) e Falando com estranhos – o estrangeiro e a literatura brasileira (2016).

Publicado
2016-10-07
Como Citar
Chiarelli, S. (2016). Que Brasil existe? Estrangeiros na literatura brasileira. Intelligere, 2(2), 40-48. https://doi.org/10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2016.117632