A divulgação de Conhecimento Científico no final do século XVIII e início século XIX

Análise, Apontamentos, Reflexões

  • Paulo Henrique Trentin Centro Universitário da FEI
Palavras-chave: Conhecimento Científico, Utilidade, Divulgação, História da Ciência

Resumo

Este texto faz uma reflexão acerca da importância sugerida pelos autores, tradutores e outros personagens responsáveis pela divulgação dos conhecimentos científicos, do final do século XVIII e início do século XIX no Brasil. Selecionamos, para dar suportar nosso estudo, as seguintes obras:   Elementos de Astronomia, 1813, Tratado Elementar de Machanica, 1812, Tratado de Optica, 1813, Tratado Elementar de Physica tomo II, 181 e o Jornal O Patriota, 1813-1814. A análise apresenta algumas expectativas manifestadas pelos autores, tradutores e editores desses textos selecionados, no que se refere a importância social, política ou econômica que davam aos seus trabalhos. Especificamente, centramos na identificação das manifestações dos autores dos textos entendendo que, além do ambiente social, político e econômico ao qual pertenciam, seus anseios, desejos e expectativas também fizeram parte das obras que constituíram. Dialogamos com autores como: Luís Miguel Carolino; Maria Odila Leite da Silva Dias e Lorelai Kury, constituindo um pano de fundo nessa empreitada. O estudo que realizamos permitiu considerar que não há uma resposta definitiva e que não podemos apontar que ambições ou expectativas os editores, autores ou tradutores exatamente tiveram para divulgar conhecimentos científicos. Porém, no que se refere a “utilidade” que atribuíam ao conhecimento divulgado, pudemos aprofundar um pouco mais e trazer algumas considerações que podem contribuir com reflexões para o que está posto sobre a temática. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Henrique Trentin, Centro Universitário da FEI

Doutor em História da Ciência.

Professor e Pesquisador do Centro Universitário da FEI

Pos-doutorando junto ao EACH/USP

Referências

ALFONSO-GOLDFARB e Ferraz, Raízes Históricas da Difícil Equação Além desse trabalho há uma referência no trabalho de Márcia H. M. Ferraz ―As Ciências em Portugal e no Brasil (1772-1822): o texto conflituoso da química”. In: As ciências em Portugal e no Brasil (1772-1822): o texto conflituoso da química. São Paulo: Editora da PUC-SP/FAPESP, 1997.
CAROLINO, Luís Miguel. Dom Rodrigo de Sousa Coutinho, a ciência e a construção do império luso-brasileiro: a arqueologia de um programa científico. In: Formas do Império: Ciência, tecnologia e política em Portugal e no Brasil. Séculos XVI ao XIX. Rio de Janeiro/São Paulo, Editora: Paz e Terra, 2014.
DIAS, Maria Odila Leite da Silva. A interiorização da Metrópole e Outros Estudos. São Paulo: alameda Casa Editorial, 2009, 2ª edição.
FERRAZ, Márcia H. M.. As ciências em Portugal e no Brasil (1772-1822): o texto conflituoso da química. São Paulo: Editora da PUC-SP/FAPESP, 1997.
GUIMARÃES, Manoel Ferreira de Araújo. Tratado de Trigonometria. Rio de Janeiro: Impressão Régia, 1809.
GUIMARÃES, Manoel Ferreira de Araújo. Elementos de Astronomia. . Rio de Janeiro: Impressão Régia, 1813.
GUIMARÃES, Manoel Ferreira de Araújo. Tratado de Optica. . Rio de Janeiro: Impressão Régia 1813.
KURY, Lorelai . Homens de Ciência no Brasil: impérios coloniais e circulação de informações (1780-1810), História, Ciência e Saúde – Manguinhos. Vol.11(suplemento), 2004.
O PATRIOTA. Jornal Litterario, Político, Mercantil, etc. do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Impressão Régia, 1813-14.
PEREIRA, José Saturnino da Costa. Tratado Elementar de Machanica. . Rio de Janeiro: Impressão Régia 1812.
KURY, Lorelai . Homens de Ciência no Brasil: impérios coloniais e circulação de informações (1780-1810), História, Ciência e Saúde – Manguinhos. Vol.11(suplemento), 2004.
PIJNING, Ernst. Contrabando, ilegalidade e medidas políticas no Rio de Janeiro do século XVIII. Rev. bras. Hist. vol.21 no.42 São Paulo, 2001.
TRATADO ELEMENTAR DE PHYSICA tomo II. Rio de Janeiro: Impressão Régia 1810, não identificado o tradutor.
TRENTIN, Paulo H.. MATEMÁTICA NO BRASIL: As Traduções de Manoel Ferreira de Araújo Guimarães (1777-1838) das Obras de Adrien Marie Legendre.
TRENTIN, Paulo H.. Manoel Ferreira de Araújo Guimarães (1777-1838): elementos necessários para uma revisão da História da Matemática no Brasil. Intelligere, Revista de História Intelectual ISSN 2447-9020 - v. 3, n. 1 , 2017.
Publicado
2019-09-11
Como Citar
Trentin, P. (2019). A divulgação de Conhecimento Científico no final do século XVIII e início século XIX. Intelligere, (7). https://doi.org/10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2019.149924
Edição
Seção
Artigos