Deter o tempo com as palavras

a História da Literatura como consciência histórica da Bildung

  • Walkiria Oliveira Silva
Palavras-chave: historicismo, Germanística, Bildung, tempo, eternidade

Resumo

No início do século 20, os germanistas Friedrich Gundolf e Herbert Cysarz buscaram refletir acerca da relação entre o mundo histórico e a eternidade. Inseridos na crise do paradigma historicista, ambos os germanistas procuraram responder a esta crise, que tinha como cerne a função pragmática do conhecimento histórico para a vida prática cotidiana. Este artigo analisa as reflexões de Gundolf e Cysarz sobre o tempo e a eternidade relacionando-as com a função formativa do conhecimento histórico, condensada no conceito neo-humanista de Bildung. Neste sentido, são analisadas as influências teóricas e filosóficas de ambos os autores e os desdobramentos epistemológicos de suas ponderações a partir da relação interdisciplinar entre a Germanística e a História.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-30
Como Citar
Silva, W. (2019). Deter o tempo com as palavras. Intelligere, (8), 31. https://doi.org/10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2019.166745
Edição
Seção
Artigos